terça-feira, 30 de setembro de 2008

O sindicato dos policiais Yiddish


Estou lendo um livro no mínimo curioso. Escrito pelo judeu Michel Chabon, é uma ficção de história alternativa. Nesta realidade, após parte do holocausto, os judeus foram abrigados por algumas décadas num pedaço do estado do Alaska, nos EUA. Lá se estabeleceram, judeus de diferentes países. Alguns grupos se misturaram com índios nativos. Há diversos elementos históricos que foram diferentes, como John Kennedy não sendo morto e casando com Marilyn Monroe. A história começa com um crime, um jogador de xadrez encontrado morto num hotel, e conta com imensa criatividade e divertidos momentos. A coisa vai degringolando rápido, a trama se passa ao redor da investigação enquanto o background vai sendo composto aos poucos. Recomendo!!

5 comentários:

Daniel Lopes disse...

Caramba! O JFK vivo e com a loira ...
Sangue no xadrez (peraí, escrito assim não parece nada incomum ...)
Tudo isso no Alaska !!!
Decidido - Vou comprar agora mesmo na Amazon ...

LOPES - O Retorno está próximo

Emilio Garofalo disse...

Uai, o cara se chama ChaBom ou ChaRope (que seria uma variante nas terras geladas para XAROPE).
Deve ser muito interessante. Por é que vc não se oferece para fazer a tradução para o Português (mas presta atenção que a língua andou mudando nos últimos dias. Decreto do Presidente Lula)

Emilio - Entre dois mundos disse...

Vale notar ainda que a história vai ser adaptada em filme no ano que vm, pelos malucos dos irmãos Coen.

Emilio - Entre dois mundos disse...

Daniel, eu comprei em inglês aí na Cultura de RBasília, cerca de 20 reais!!!

Emilio - Entre dois mundos disse...

Hehehe esse Lula é um aprontào! Esperou eu sair do país para mudar a língua!!
Estou agora na metade do livro. É cheio de termos Yiddish (tem um glossário no final!). É bacana pois ele nào vai contando a história alternativa e depois conta a trama. Ao longo da trama a gente vai vendo relances do que aconteceu. Por exmplo, o detetive visita um velho rabino que tem um relógio antigo, o qual "sobreviveu a bomba nuclear em Berlim em 1946." Aí a gente vai pegando migalhas do que aconteceu. Um barato.