domingo, 14 de setembro de 2008

Documento do carro

Aqui neste país maluco com seu esquema estadual, quando voce muda de estado tem que obrigatoriamente ir ao Depart. de Transito para fazer um novo documento do carro e tirar uma nova placa. Eu sei, não faz sentido. Enfim, fomos eu e Anelise lá fazer a confusão. Liguei antes, sabendo que assim que chegasse ia descobrir que faltou um documento. Levei tudinho!!!

Na hora de fazer, a mulher descobre que o registro do carro não bate com a gravação em alto relevo metálica, o número do chassi estava diferente. Como assim diferente? É um enorme número com algarismos e letras misturados. Lá pelo meio tinha um número 5, que acabou sendo resgistrado como a letra "S"
A mulher me explicou que não poderia gerar o novo documento pois o meu estava errado, tinha que mandar por correio para o Departamento lá na Carolina do Sul e tirar um novo corrigido.
Ok, voltei pra casa, descobri pra onde mandar, que tinha que pagar 35 dolares pra fazer um novo (embora não tenha sido erro meu) e que eu precisava rabiscar com lápis por cima do número no chassi, mandando um rsgistro em papel do número. Beleza. Fui fazer o tal do rabisco, mas não tem como enfiar papel e lá no espacinho entre o vidro e o painel do carro. A Ise foi lá e tentou, nada. Voltei pra ligar pro departamento e já tinha fechado. Ficou pro outro dia (eu estou com muito tempo livre...então tudo bem!! hehehe dinheiro e tempo sobrando então vamos nessa). Fomos ao mercado ver se tinha algum lápis flexível que desse pra usar. Nada. Nisto A Ise notou que a luz de freio do carro não estava apagando, ficando acesa o tempo todo. Corremos numas oficinas, todas já fechando. Antes de dormir saí com o carro para tentar manter a bateria viva.

Acordei, corri no carro, sem bateria. Resolvi ligar no Dep . de transito e depois ver isso.
Liguei novamente, re-expliquei a situação, includindo a informação de que não era possível fazer o rabisco mas que eu poderia tirar e imprimir fotos. A mulher disse que não, não podia ser por foto. Eu teria que dirigir até a Carolina do Sul para eles verem pessoalmente e então me darem o novo registro para eu poder mudar de registro como a lei manda e pagar o impsoto como a lei manda.
Desliguei. Ai ai aiaiaiaiaiaiaiaiaiaiaiaia. Tudo que eu preciso!!!!
Dei 10 minutos. Conhecendo como são estas coisas aqui nos EUA sei que muda de pessoa pra pessoa. Liguei de novo e falei com outra atendente. Esta me garantiu que poderia mandar foto sem problema nenhum. Tirei 3 fotos do numero, uma do bloco do motor, outra do para-brisa, outro da porta.

Tudo certo com isto, fui ligar pra alguem vir me ajudar com o carro sem bateria. Felizmente o pastor Jeff estava por perto e tinha cabos no porta-malas. Ótimo, conectamos os cabos. ele me garantiu que sabia o que estava fazendo. De fato deu certo, mas na hora de tirar os cabos os dois polos enconstaram e foi uma faiscaçào louca, felizmente, ninguém tomou choque.

Fui então ao correio, mas com medo de desligar o carro, usei duas chaves, estacionei e deixei o carro trancado e ligado. Mandei tudo, além de 35 dolares e mais 8 de correio.
Fui então consertar o carro, era o sensor da luz de freio que estava frouxo, arrumaram, mais 30 dolares. UFAAAA!!!


Após uma semana, funcionou!!! chegou o novo documento. Só falta agora ir até lá e descobrir se vai dar certo...

6 comentários:

Anelise disse...

Foi um sufoco mesmo!!! Desanimador! Mas graças a Deus deu tudo certo.
Te amo!

Catarina disse...

kkkkkkkkkkkkkkk
Detran é confuso em qulquer lugar do mundo, ne??
bjuu

Guilherme disse...

hauahuahauha...pensa numa historia embolada...que coisa dificil de se fazer...hehehe...tomara que de tudo certo agora...abracao

Rubens disse...

Tá, tenho uma história legal que coopera para a teoria do "cosmo contra você", ou seja, não tem jeito, é seu dia! Meu vidro do Palio não funcionava, não subia nem descia... Cheguei na concessionária, o que acontecia? Subia e descia normalmente. Chegava em casa e o que acontecia? Não funcionava! Levava pra concessionária novamente... Adivinhe! Funcionava! Seria a gravidade? Seria o dedo de quem apertava o botão? Ele me emprestaria o dedo dele? Enfim, troquei a maquininha do vidro, tudo voltou ao normal, menos meu bolso :-)

Emilio - Entre dois mundos disse...

Hahahahah eles tem um controle remoto lá na autorizada que faz funcionar ou não...só pode ser!!

David Portela disse...

Da próxima vez é só desconectar a bateria antes de ir dormir...sem conexão não há possibilidade de ficar sem carga. :-)

Abração! - David